Posição da CT-UP sobre a desigualdade laboral

A Comissão de Trabalhadores tem procurado, junto da tutela, implementar medidas de inclusão face às desigualdades existentes no seio da nossa Universidade. Neste momento há trabalhadores não-docentes a cumprirem 40 horas de trabalho, mas a auferirem o vencimento de 35 horas e outros a trabalharem e receberem o equivalente a 40 horas. Uma notória desigualdade pois para trabalho potencialmente igual […]